capela_institucional_pqCom o intuito de transmitir um conhecimento didático e religioso às crianças que habitavam o Parque Novo Oratório, no ano de 1958, com a chegada e a colaboração de Frei Pio Populin – franciscano conventual vindo da Itália – as famílias do bairro planejaram iniciativas de cunho educacional e religioso.

No ano de 1959, o terreno da Cidade dos Meninos, localizado na parte central do Parque Novo Oratório foi doado pelo Prefeito Pedro Dell’ Antonia, momento este em que Frei Populin deu início ao trabalho educacional das crianças do bairro, outrora idealizado.

Com a presença de diversos moradores, no dia 08 de dezembro de 1959, na Rua América do Sul, n.º 332, Frei Populin celebrou a primeira missa, e deu início a Capela Maria Imaculada.

Após a criação da Cidade dos Meninos Maria Imaculada, a qual tinha como objetivo atender as crianças mais necessitadas do bairro, as missas passaram a ser celebradas na Rua Batávia, sala pertencente à creche.

O rápido crescimento da Comunidade gerou a necessidade da construção de um novo local para as celebrações das missas, que além das três dominicais, era também utilizado para a realização de encontros de formação.

Assim, com a conclusão do prédio do seminário, as missas passaram a serem celebradas na capela anexa.

O prédio do seminário e a capela foram entregues para a implantação de um hospital. A partir de então, tiveram início das celebrações em um salão adaptado à capela, situado no início da Rua América do Sul.

Este local foi definido por muitos dos membros da comunidade como: simples, aconchegante e agradável.

Sob coordenação do Frei RobertoTottoli, com a colaboração da Ordem Franciscana dos Frades Menores Conventuais da Província de Pádua – Itália, familiares do Frei Roberto e alguns membros da comunidade, iniciou-se no ano de 1988, a construção da instalação definitiva da Capela Maria Imaculada.

No dia 10 de dezembro de 1989, celebrou-se na nova capela, a primeira missa, com o translado da imagem de Maria Imaculada.

Terminada a construção, em 06 de junho de 1993, o bispo de Santo André Dom Cláudio Hummes, consagrou a Capela, que foi também tombada pelo patrimônio artístico pelo ex-prefeito de Santo André Newton Brandão.